Carrinho - R$ 0,00
« Página anterior

Poesia na bagagem

Poesia na bagagem

R$ 39,90
SKU: 683547

Quando o homem se distancia do Absoluto, empobrece sua visão e encarna posições engessadas sobre as coisas leves e transitórias que nos cercam, isso fatalmente o afasta da poesia. Poesia na Bagagem é uma espécie de fonte onde jorram afetos, saberes e uma poesia voltada para o homem na sua integralidade. A experiência poética se revela pela percepção e articulação das coisas simples e pela produção de uma linguagem sóbria, que permaneça como chave para o passado e elo entre o presente e sua projeção para o futuro.

.


  • Descrição

    Descrição do produto

    Em boa hora, Carlos Gildemar Pontes reúne seus melhores poemas neste volume denominado Poesia na bagagem. De pronto, o que percebemos é a variedade rítmica, formal e temática dos textos. O poeta aqui vai do haicai ao poema longo e confessional; dos versos rimados aos brancos; do enfoque social ao íntimo; da natureza à feitura do próprio poema. Também há, nesta antologia, uma variedade de tons, que oscila da indignação à ironia, da gravidade à leveza, da alegria à tristeza. Tudo urdido com naturalidade e maestria. Diga-se, ainda, que o autor sabe reinventar a tradição e a língua, como em “Gaivotê(z)s”, assim como o tempo e o espaço , em “Viajor”, ou mesmo as “partes que ficam” do ser, com as quais sonhamos, e “todo o universo […] a caber num verso”, por exemplo. Mas será sobretudo no poema “Herança” que Gildemar Pontes alcança, a nosso ver, o ponto culminante da sua arte, ao desfilar experiências, leituras, estilos, imagens e traços biográficos. Poema que parece sintetizar, com humor e imaginação, o conjunto dos textos da antologia. E que termina por iluminar não só a própria trajetória existencial e literária do autor, mas também a nós, leitores, que descobrimos, no mesmo barco da linguagem, o quão variada e intensa é a poesia na bagagem desse companheiro, que sabe igualmente trazer “nas mãos a liberdade”.

    Adriano Espínola
    Rio de Janeiro, junho de 2017

  • Informação adicional

    Informação adicional

    Peso 0.460 g
    Dimensões 21 x 14 x 1.7 cm
    Editora

    Gramma

    ISBN

    9788559683547

    Ano

    2018

    Autor(es)

    Carlos Gildemar Pontes

    Número de Páginas

    300

  • Avaliações (0)

    Avaliações

    There are no reviews yet, would you like to submit yours?

    Be the first to review “Poesia na bagagem”

  • Sobre o Autor

    Carlos Gildemar Pontes

    nasceu em Fortaleza. Escritor e poeta. Ensaísta e professor de Literatura da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), em Cajazeiras, desde 1993. Graduado em Letras (UFC), mestre em Letras (UERN). Doutorando em Literatura (UERN). Editor da Revista Acauã e do selo Acauã. Tem 27 títulos publicados, entre poemas, contos, ensaios, crítica literária, em vinte livros e sete cordéis. É traduzido para o espanhol e publicado em Cuba nas revistas Bohemia e Antenas. Vencedor de prêmios literários nacionais. Foi indicado para o prêmio Portugal Telecom (2005), principal prêmio literário em língua portuguesa. Publicou: Caixa postal – poemas postais, 1986; Metafísica das partes – poesia, 1991; O olhar de Narciso – poesia, 1995; O silêncio – infantil, 1996; A miragem do espelho – conto, 1998; Superdicionário de cearensês, 2000; Literatura (quase sempre) marginal – crítica, 2002; Diálogo com a arte: vanguarda, história e imagens – ensaios, 2005; Travessia de mundos paralelos – crítica literária, 2007; Da arte de fazer aeroplanos – conto, 2008; Melhor seria ser pardal – poesia, 2009; Amor, verbo de se fazer – poesia, 2013; A essência filosófica do amor, 2014; entre outros.